As incríveis peripécias de nossas vidas medíocres!


Vida Simples
1 de abril de 2009, 16:03
Filed under: Filosofia pura! | Tags: , , , , , ,

Há 3 anos mudei minha vida radicalmente.

Tudo começou com uma viagem para a ilha mais linda do mundo: CUBA.

A partir daí, percebi que precisava de muuuuito menos do que eu tinha para viver.

Cada dia que passa, procuro ser mais desapegada. Atitudes simples podem e fazem toda a diferença: não comprar nada por impulso, doar TUDO o que não se usa, prestar atenção nas suas VERDADEIRAS necessidades. Aprendi que para ser feliz precisamos de muito pouco: pessoas queridas por perto, necessidades fisiológicas em dia, um pouco de arte e saúde. Pronto!

Sendo assim, passei a trabalhar menos, afinal, passar mais tempo com meu filho, meu marido, minha mãe e meus amigos vale muito mais a pena que ganhar dinheiro e acumular, acumular, acumular…

A partir deste momento houve uma espécie de seleção natural na minha vida: quem fazia parte dela só porque eu tinha grana, simplesmente SUMIU! Custei a perceber que isso era bom. Bom, não, ÓTIMO! E, como uma coisa leva a outra, aprendi a escolher melhor meus amigos e a cortar as pessoas que não me fazem bem, independentemente do motivo.Também aprendi a respeitar a opinião dos outros: a aprender com eles ou a me afastar de vez. Afinal, aprendi que existem 2 tipos de pessoas: as conversáveis e as ignoráveis. Antes, eu perdia o meu tempo com as ignoráveis, que bobagem!

Aprendi que tem gente que nunca vai ver ou sentir as coisas que eu vejo e sinto; que nunca vai se preocupar com as coisas com as quais eu me preocupo, porque sempre vai estar preocupada demais com coisas com as quais eu jamais me preocupei e jamais me preocuparei.

Aprendi a me respeitar, a respeitar a minha verdade e a verdade do outro, mesmo que as vezes, para que isso aconteça, a distância se faça necessária.

Agora, o mais iportante dos meus aprendizados foi que eu não sei de quase nada e que ainda tenho muuuuuuito a aprender, mas pelo menos agora, eu sei que estou no caminho certo!

Anúncios


Aos meus melhores amigos!
27 de março de 2009, 18:10
Filed under: Família, Filosofia pura! | Tags: , , , , ,

Esses dias eu tava pensando: “Não sou melhor amiga de ninguém”. Fiquei triste.

Depois pensei: “Mas hoje em dia, na minha idade, não existe mais essa coisa de ‘melhor amiga’ “.

Quase fiquei feliz de novo. Depois pensei: “Mas todas as minhas melhores amigas têm uma melhor amiga que não sou eu!”.

Depois, pra não surtar de vez, comecei a pensar em QUEM era a minha melhor amiga. Me acalmei.

Percebi que tenho MUUUUITAS melhores amigas e que, de alguma forma, devo ser uma de suas melhores amigas também.

Tenho muitos amigos de infância. Acho que isso é um bom sinal: um sinal de que valeu a pena manter esses laços por tantos anos!

É triste pensar nos amigos que nunca foram amigos; nos que tiveram nossa mais profunda amizade mas nunca se importaram com isso; nos que foram amigos durante um tempo e depois, simplesmente, SUMIRAM!

Mas é bom pensar nos amigos de infância/adolescência, nos amigos de sempre, apesar da distância. Nos amigos de hoje, que são tão bacanas. E nos amigos que ainda virão.

Espero poder ser, sempre, uma boa amiga para meus bons amigos.

AMO TODOS VOCÊS, de verdade!