As incríveis peripécias de nossas vidas medíocres!


Você já sorriu hoje?

A mãe de uma amiga minha dizia que, quando a gente ama alguém de verdade, a gente ri da mesma piada, dos mesmos “causos”, os mais bobos, várias vezes. Isso, claro, se o interlocutor for a pessoa amada.

Ontem, um menino gritou na rua:

-Aaaaaaahhhhh!!!!

E meu marido em casa:

– Bêêêêêêêêêêê….

Morri de rir.

– Só você, mesmo, pra rir de uma besteira dessas!

Morri de rir de novo! Rir da gente, com o amor da gente, é melhor ainda!

Anúncios


Casamento

Meu marido, músico que é, resolveu fazer um chocalho de arroz usando uma latinha de incenso que era MINHA.

Não contente em furtar meu porta incenso, resolveu fabricar o instrumento na cozinha. Quando cheguei, quase tive um treco!

-Teve casamento na nossa IMENSA cozinha?!

Ele, cínico que é, chegou, olhou, olhou…

-É parece que teve mesmo… vai  ver que foi o da D.Baratinha.



Amor sem fronteiras

Dia desses fui no casamento da madrinha do meu filho. Ela casou com um italiano e eles vão continuar vivendo em Roma até Deus sabe quando.

A cerimônia foi linda e emocionante, principalmente quando a mãe dela disse que a filha atravessou o oceano para encontrar o amor da vida.  A  festa foi divertidíssima, regada a champanhe.

Não precisa dizer que eu tomei todas, né?

Pois é, mas o detalhe é que meu filho estava junto, e nunca havia me visto bêbada…Que vergonha!

Bom, mas o pior não foi isso, na volta pra casa eu falei para o meu marido:

– Meu amor, a Larissa atravessou o oceano para encontrar o Lucca e eu atravessei o estado para te encontrar.

O Yuri rindo sem parar, prontamente respondeu:

-É… e eu no banco de trás!



Mesa eclética

Carolina e Rafael, os gêmeos da crônica “Liberdade, Igualdade e Fraternidade começam desde cedo” –  postado anteriormente – fizeram 3 anos ontem. A festa estava ótima e a mesa em que fiquei, melhor ainda.

Conversamos sobre tudo: ter filhos, não ter filhos, machismo, a situação da mulher nas diversas culturas, dinheiro, divórcio, casamento… mas principalmente sobre a situação atual da  Palestina. Todos – inclusive um judeu e uma libanesa presentes – eram a favor de uma Palestina LIVRE, mas, acima de tudo, do fim de toda e qualquer guerra. 

Lá pelas tantas, não me lembro muito bem o porquê, começamos a discutir a respeito do relacionamento da Suzana Vieira com o cara que eu já não me lembro o nome. Fiquei perplexa e disse:

– Gente ! Que mesa eclética! Há pouco estávamos discutindo sobre a situação da Palestina e agora estamos discutindo a respeito da vida da Suzana Vieira?!!!!

– Nossa! É mesmo! Não tem nada a ver!

– Claro que tem!- uma de minhas amigas falou – É só a gente mandar a Suzana Vieira para a Palestina!



União Instável
13 de janeiro de 2009, 20:13
Filed under: Comédia da Vida Privada, Família | Tags: , ,

Esses dias fui ao médico com meu marido. O médico era muito simpático e fez as perguntas de sempre:

– Nome completo?

-Idade?

E meu marido foi dando as repostas de sempre.

Então, o médico olhou para mim e perguntou para ele:

– Casado?

-Mais ou menos.

– Como assim mais ou menos?!!!

– Ah! União estável…mais ou menos, ué!

O médico, muito perspicaz percebeu que eu fiquei puta e, logo em seguida, me perguntou:

– E você? É a mulher dele?

-Mais ou menos!