As incríveis peripécias de nossas vidas medíocres!


Teoria da Evolução

Velhinhas, na menopausa, têm ondas de calor.

Pentelhos, na puberdade/adolescência, têm ondas de mau humor!

Anúncios


Primeiro amor
4 de fevereiro de 2009, 14:13
Filed under: Criancices das boas!, Lembranças | Tags: , , , , , , ,

A filha de 2 anos entra em casa toda contente:

-Mãe! Mãe! Tô namorando!

A mãe, perplexa, indaga:

-Como assim, namorando?

-Ah! Mãe, a gente gosta das mesmas coisas…

A mãe começa a ficar cada vez mais preocupada.

-Como assim?! O que vocês fazem juntos?

A menininha, com os olhinhos brilhando, suspira e diz:

-Ah! Quando está chovedo, ele pega na minha mão e a gente sai correndo para fazer bolinhos de barro!



Nem sempre a lógica é lógica

O casal é acordado pelo filho pequeno em pé ao lado da cama:

– Mãe, pai, posso dormir com vocês?

-Não meu filho, você já está grande…- o pai diz num tom suave.

E a mãe completa:

-É, e você já tem o seu quarto que é tão lindo e tão legal…

O menino indginado e não convencido, sai andando em direção ao próprio quarto. Então, ele para no meio do caminho e se volta para os pais:

-Isso não é justo! Eu que sou pequenininho tenho que dormir sozinho, e vocês que são grandes podem dormir juntinhos!!!!



Amor sem fronteiras

Dia desses fui no casamento da madrinha do meu filho. Ela casou com um italiano e eles vão continuar vivendo em Roma até Deus sabe quando.

A cerimônia foi linda e emocionante, principalmente quando a mãe dela disse que a filha atravessou o oceano para encontrar o amor da vida.  A  festa foi divertidíssima, regada a champanhe.

Não precisa dizer que eu tomei todas, né?

Pois é, mas o detalhe é que meu filho estava junto, e nunca havia me visto bêbada…Que vergonha!

Bom, mas o pior não foi isso, na volta pra casa eu falei para o meu marido:

– Meu amor, a Larissa atravessou o oceano para encontrar o Lucca e eu atravessei o estado para te encontrar.

O Yuri rindo sem parar, prontamente respondeu:

-É… e eu no banco de trás!



Mesa eclética

Carolina e Rafael, os gêmeos da crônica “Liberdade, Igualdade e Fraternidade começam desde cedo” –  postado anteriormente – fizeram 3 anos ontem. A festa estava ótima e a mesa em que fiquei, melhor ainda.

Conversamos sobre tudo: ter filhos, não ter filhos, machismo, a situação da mulher nas diversas culturas, dinheiro, divórcio, casamento… mas principalmente sobre a situação atual da  Palestina. Todos – inclusive um judeu e uma libanesa presentes – eram a favor de uma Palestina LIVRE, mas, acima de tudo, do fim de toda e qualquer guerra. 

Lá pelas tantas, não me lembro muito bem o porquê, começamos a discutir a respeito do relacionamento da Suzana Vieira com o cara que eu já não me lembro o nome. Fiquei perplexa e disse:

– Gente ! Que mesa eclética! Há pouco estávamos discutindo sobre a situação da Palestina e agora estamos discutindo a respeito da vida da Suzana Vieira?!!!!

– Nossa! É mesmo! Não tem nada a ver!

– Claro que tem!- uma de minhas amigas falou – É só a gente mandar a Suzana Vieira para a Palestina!