As incríveis peripécias de nossas vidas medíocres!


Questão de lógica

A mulher pergunta para o marido:

– Quando é que você vai jogar este monte de quinquilharia fora?

– Que quinquilharia?

– Este monte de pecinhas, parafusos e repimbocas que você vive guardando e nunca usa!

– Nunca uso porque eu guardo!

– Como assim?

– Você já reparou que é só você jogar uma coisa inútil fora, que você acaba precisando dela?

– Como assim?!!!!

– Nada quebra porque eu guardo estas pecinhas. Se eu jogar elas fora, você vai ver: um monte de coisa vai quebrar! Por isso que eu guardo: pra evitar que as coisas quebrem, não para um dia conserta-las!



Verdade de Mentira ou mentira de verdade?

Ontem eu estava vendo TV com o meu marido quando ele lança:

– Ah! Cansei da televisão! A TV não passa verdade, é tudo mentira! E eu quero ver mentira de verdade, eu quero ver ficção!



O que você quer ser quando crescer?

Quando eu era pequena, sempre que me perguntavam o que eu queria ser quando crecesse, eu respondia:

– Doméstica!

Todo mundo morria de rir. Até hoje acho isso um absurdo.

Meu filho, que hoje em dia leva o lixo pra fora todos os dias, queria ser lixeiro. Na verdade ele ficava na dúvida entre lixeiro e “correrista” (atleta), mas rapidamente decidiu que seria lixeiro porque “todo lixeiro é um pouco correrista”. Teve a fase em que ele dizia que, quando crecesse, gostaria de ser aposentado!

Ontem, enquanto eu arrumava a cozinha, reclamando sem parar, porque NINGUÉM me ajuda e ainda fazem a maior bagunça, meu marido lança:

– Uai, você não queria ser empregada doméstica? Pois é! Sonho realizado!

Só olhei bem feio pra ele e não disse nada. Ele, rei do sarcasmo, continuou…

– E o Yuri? Não queria ser lixeiro? Pois é! Mais um sonho realizado! Vocês deviam me agradecer!

Não aguentei ficar quieta e perguntei:

– E você? O que queria ser quando era pequeno?

– O que eu sou hoje! Músico e dono de estúdio.

– Ah! Fala sério! Com 3 anos você já sabia o que iria ser?!

– Ah! Tá, com 3 anos eu queria ser astronauta!

– Pois então está explicado! Mais um sonho realizado!

– Como assim?!!! Eu não sou astronauta!

– Mas vive no mundo da lua!



Você dorme de dia?
28 de maio de 2009, 15:54
Filed under: cultura, Família, Lembranças, Uncategorized | Tags: , , , , , , ,

Minha avó é uma fofa! Ela é, com certeza, uma das pessoas que eu mais amo no mundo. Disputa o primeiro lugar com meu filho, meu marido, minha mãe e minha Tia Beth. Gosto muito, muito mesmo, de todos eles!

Minha mãe, minha avó e minha tia Beth são MUUUUUITO importantes pra mim, porque foram elas que me educaram e me suportaram – em todos os sentidos da palavra – a vida inteira.

Há mais ou menos um ano atrás, minha avó, com mais de 90 anos, veio com a minha tia Beth me visitar aqui em BH. É muuuito longe. Cansa muito, mesmo de avião, ainda mais quando se tem mais de 90 anos de idade!

Enfim, ela ficou exausta e acabou tirando um cochilo a tarde.

Até ai tudo bem, pelo menos para qualquer pessoa normal. Mas, acontece que, na minha família, dormir de dia é quase que um sacrilégio. E, adivinha quem instituiu isso? D. Ruth, minha querida avozinha que, há algum tempo, anda bem esquecida das coisas mais recentes.

Logo que ela acordou, arrumou os pentinhos que seguram seu cabelo e me perguntou:

– Você dorme de dia?

Respondi que não – não sou nem louca de dizer que sim.

– Eu também, nunca dormi de dia.

Passaram-se 5 minutos e ela:

– Você não dorme de dia?

– Não.

– Eu também, nunca dormi de dia.

Acho que ela estava afim de dormir de novo, estava cansada, exausta, mas não podia “entregar os pontos”. Então quando ela perguntou de novo eu decidi mudar a resposta, pra ver se ela mudava a dela também.

– Você dorme de dia?

– As vezes, quando eu estou muito cansada, eu durmo de dia. E você? Dorme de dia?

– Eu não!

– Por quê?

– Ah! Eu não gosto, sinto que estou perdendo tempo. Só gente a toa dorme de dia. Eu não durmo de dia. Nunca dormi!

Isso virou uma brincadeira entre nós, aqui em casa, que ainda temos dificuldade para dormir de dia.

Fico contente por minha avó poder dormir de dia sem culpa, mas fico triste por ela nunca ter se permitido isso.

Fico triste por ela estar perdendo a memória, mas fico contente por ela poder se reinventar a cada minuto.

Vó: sigo seus passos e aprendo com a senhora todos os dias, mesmo a distância.

Por isso mesmo eu aprendi que, as vezes, é MUUUUITO bom dormir de dia. E você, que “perde” seu tempo precioso lendo este texto, dorme de dia?



Você já sorriu hoje?

A mãe de uma amiga minha dizia que, quando a gente ama alguém de verdade, a gente ri da mesma piada, dos mesmos “causos”, os mais bobos, várias vezes. Isso, claro, se o interlocutor for a pessoa amada.

Ontem, um menino gritou na rua:

-Aaaaaaahhhhh!!!!

E meu marido em casa:

– Bêêêêêêêêêêê….

Morri de rir.

– Só você, mesmo, pra rir de uma besteira dessas!

Morri de rir de novo! Rir da gente, com o amor da gente, é melhor ainda!



Máquina do Tempo

Meu marido tem pernas lindas, lindas mesmo. Eu vivo elogiando:

-Nossa X., suas pernas são MUITO lindas!

E ele, fingindo nem ligar, sempre responde:

-Eu ralei muito pra ter as pernas assim: escalei, andei de bicicleta por BH inteira, treinei Ninjutsu…

Hoje, eu estava pegando nas pernas dele e disse:

-X., quando você se tornar o Rei das Gambiarras diplomado, e fizer engenharia, você faz uma máquina do tempo pra eu andar bastante de bicicleta e poder ficar com as pernas iguais às suas?

-Claro meu amor! Por você até máquina do tempo eu posso criar!



Perguntas que não querem calar

Episódio de hoje:

O SOM DA TV

Quem tem TV a cabo já deve ter reparado que quando chega a hora do comercial, o som, do nada, aumenta muito e bruscamente.

Minha teoria é a de que estes canais são inclusivos e querem que até os surdos ouçam!

A teoria do meu marido é baseada na teoria “A Grama do Vizinho é Sempre Mais Verde”. Segundo ele, o som aumenta na hora do comercial porque assim seu vizinho fica sabendo que canal você está assistindo e, invejoso que é, muda de canal.

Outra hipótese formulada por ele é que assim você pode ir no banheiro tranquilo pois, enquanto estiver ouvindo a TV sabe que seu programa ainda não começou.

Nenhuma delas me satisfaz.

Sendo assim, a pergunta do momento, que não quer calar é:

POR QUE O SOM DA TV AUMENTA NA HORA DO COMERCIAL QUANDO ESTAMOS ASSISTINDO PROGRAMAS DA TV A CABO?

Comente sua opinião!