As incríveis peripécias de nossas vidas medíocres!


Verdade de Mentira ou mentira de verdade?

Ontem eu estava vendo TV com o meu marido quando ele lança:

– Ah! Cansei da televisão! A TV não passa verdade, é tudo mentira! E eu quero ver mentira de verdade, eu quero ver ficção!

Anúncios


Ácida eu?
17 de junho de 2009, 01:34
Filed under: Desabafo!, Devaneios, Filosofia pura! | Tags: , , , , , , , , , ,

Minhas amigas comentaram que eu ando meio ácida, quer dizer, que os textos do blog estão ácidos.

Não sei se concordo. A palavra que primeiro me veio a mente depois desta mudança, também sentida por mim, foi amarga. Cheguei a pensar em parar de escrever quando percebi isso, mas depois me lembrei que estaria me perdendo do meu objetivo central com este blog: o de me contar pra mim mesma, para eu poder me ler depois!

Então eu pensei:

– É tudo culpa da televisão!

Entenda, não da mídia! É da TV mesmo! – afinal, essa frase “é tudo culpa da mídia”  já tá muito clichê, do tipo “é tudo culpa desses políticos corruptos”.

Presta bem atenção pra você ver: nos filmes e séries – porque novela eu não assisto MESMO!!! – tudo dá certo, tudo acaba bem, todo mundo é feliz! E, o que é melhor: tudo acontece rápido, muito rápido! Não aparece ninguém fazendo faxina, com TPM, sem saber o que fazer da vida, pagando contas no banco, esperando horas e horas – esperar é muuuuuito chato!

Não aparece nenhum processo.

 Não aparece a pessoa indo na faculdade todos os dias, pirando com as pessoas chatas (alunos e professores incluídos), com os trabalhos, com a falta de lugar para estacionar, com a falta de grana para o xerox….NÃO! não aprece nada disso! Só aparece a pessoa se formando, ou dormindo nas aulas chatas e depois num PUUUUTA emprego, ganhando uma PUUUUTA grana! E se eu fosse colocar todos os exemplos que passam pela minha cabeça, esse texto ia ficar maior do que já tá!

Depois eu pensei na internet: você não precisa esperar seu amigo estar livre para falarcom você, você pode mandar 1 milhão de recados de mil formas diferentes (MSN, Orkut, Facebook, My Space…), você não precisa aguentar as pessoas chatas, você pode escolher o que vai ler, ouvir e, dependendo do caso até como vai se vestir!

Na internet você pode fingir que é um astro de TV: só postar as melhores fotos e só contar o bem bom da vida pra todo mundo. Ninguém coloca naquelas frasezinhas ridículas: “Briguei com a minha mulher”, “Meu marido brochou”, ” Estou sem grana”, “Estou com um pelo encravado na…”. Não! Nada disso! Só frases lindas e inteligentes! Quem não é muito criativo faz citação e fica com ar de intelectual! Depois fica todo mundo deprimido achando que a grama do vizinho é mais verde!

A internet ganha até da televisão! Você pode assistir à sua série favorita sem ter que esperar ela sair na TV a cabo! E a vida perde mais uma emoção. Não tem mais aquela onda de “Oba! Hoje é segunda! Tem Lost!” Lost era a única coisa boa da minha segunda-feira, depois descobri que saia na quinta na internet, depois, a série acabou e, agora, só no ano que vem… Assim, a vida vai ficando cada vez mais sem graça: a gente morre de pressa, não espera por nada, e fica sem ter pelo que esperar. Isso é muito triste, muito triste mesmo!

Por isso, acho que a gente devia prestar mais atenção na natureza. É sério! Você já reparou quanto tempo uma planta demora para crescer? E uma árvore então? Tem uma orquídea minha que está amadurecendo seus botões há mais de um mês! E eles ainda não desabrocharam ainda! Isso porque faz dois anos que eu moro aqui e ela nunca tinha florido antes. Ela demorou 2 anos para florir!!!

Por isso, tenha mais paciência! Com você, principalmente. Depois com os outros também. Tudo tem seu tempo! Uma hora você, ou sua vida, ou seu marido, ou seu filho, ou seus amigos vão florir, pode demorar 2 anos, pode demorar mais, mas o mais gostoso é aproveitar o processo e não ter pressa!

Afinal, descobri que quando a gente tenta ser uma coisa que não é, ou finge que as coisas não estão acontecendo – enquanto elas acontecem – acaba perdendo o maior tempão tendo que rever tudo, ou o que é pior: tendo que passar por tuuuuuuudo de novo. E tem coisas na vida que não dá né? Uma vez só já é o suficiente!

Por isso, tenham paciência, estou ácida, amarga, azeda, eu sei! Mas tudo é um processo, não sei quanto tempo o meu vai durar, mas sei que não tenho pinta para levar uma “vida de novela”, por isso, espero.



Sem pilha é leve

Há uns 13 anos atrás, minha avó, que hoje tem 93 anos, comçou a ficar surda.

O mais interessante, foi como eu descobri que isso estava acontecendo.

Estávamos nós, eu e ela, “seguindo” a novela das 6.

Tirei as pilhas do controle da TV e disse:

– Nossa, vó! Sem pilha é leve!

E ela, na maior naturalidade, perguntou:

– Filha de quem que é lésbica?



Bombardeio de necessidades
23 de abril de 2009, 18:51
Filed under: Família, marido | Tags: , , , , ,

Esses dias meu marido perguntou:

– Quais são os produtos que aparecem na TV que a gente consome?

– Por que você tá perguntando isso?

– Pra saber se a gente é influenciado por este bombardeio de propagandas a cada comercial!

Chegamos a conclusão que só consumimos Vanish Poder O2 (que aliás vale cada centavo!) e Colgate Total 12. Ufa! Podemos continuar assistindo televisão sem maiores prejuízos! E você? Pode?



Insights da Semana

Para quem não sabe, muitas vezes a TV fala com a gente.

Não, eu não surtei. Não estou alucinando.

Vai me dizer que ela nunca falou com você?

Não estou falando das frases apelativas do tipo: “Compre agora!” “Ganhe muitos prêmios!” ou “Só falta você!”.

Não. Eu estou falando de algo mais profundo.

É preciso estar atento e saber ouvir.

Quantas vezes você nem sabe direito o que quer assisistir, e acaba colocando em um programa que parece ter sido feito para você assistir naquele dia?

Na verdade, não é só a TV que fala com a gente. O mundo todo, o tempo todo, fala com a gente. Mas nem sempre a gente presta atenção ou entende o que ele quer dizer.

Este final de semana a TV me disse duas farses muito importantes:

“ACEITE AS COISAS BOAS” (no filme “Coisas que perdemos pelo caminho”-que é outra frase que me deu o que pensar)

“ACREDITE EM VOCÊ” ( no filme “A loja mágica de brinquedos”)

O que será que este post quer dizer pra você? E este blog? Viu como não é coisa da minha cabeça?! Esta tudo interligado!